segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Receita Federal informa que a arrecadação cai em julho para R$ 87,9 bilhões


O governo federal arrecadou R$ 87,947 bilhões em impostos e contribuições em julho. O número representa uma queda real de 7,36% sobre igual mês do ano passado, informou a Receita Federal nesta segunda-feira (27).
Em junho, a arrecadação havia ficado em R$ 81,107 bilhões. Todos os valores são corrigidos pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).
De acordo com a secretária-adjunta da Receita, Zayda Manatta, a queda na arrecadação no mês de julho – quando comparado ao mesmo mês do ano passado -, se deve, basicamente, a três fatores: um deles são as desonerações feitas pelo governo federal para estimular a economia brasileira por conta da crise internacional, que tiveram impacto, sozinhas, de R$ 1,3 bilhão.
Somente a arrecadação com o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) sobre os automóveis, cujas alíquotas foram reduzidas pelo governo, caiu 71,26% no mês passado, para R$ 178 milhões.
Manatta disse ainda que houve recolhimento menor de Imposto de Renda e Contribuição Social sobre Lucro Liquido (CSLL), que incide sobre estimativas de balanços trimestrais das empresas. Segundo ela, a comparação, no entanto, foi distorcida porque, em julho do ano passado, houve um recolhimento atípico de R$ 6 bilhões por conta do encerramento de uma ação judicial com o setor de mineração.
Segundo semestre
No acumulado de 2012, a arrecadação chegou a R$ 596,502 bilhões. Nos sete primeiros meses do ano passado o governo arrecadou R$ 555,8 bilhões.
A secretária-adjunta apontou, porém, que a expectativa da Receita Federal é de que a arrecadação volte a crescer neste segundo semestre, seguindo previsões do governo de aquecimento da economia do país no período.
“A nossa previsão é de que as receitas vão apresentar crescimento no decorrer do segundo semestre”, disse ela.


Com informações da Agência Estado, do Valor Online e do Do G1, em São Paulo. (http://g1.globo.com/economia/noticia/2012/08/arrecadacao-cai-em-julho-para-r-879-bilhoes-informa-receita.html)